Logo Trançado Cultural

Este logotipo almeja ser uma tradução da rica e colorida cultura baiana. O círculo remete a uma mandala, símbolo mundial da harmonia e da integração, uma metáfora ao povo baiano, centro da miscigenação brasileira, e ao congresso da Sociedade Brasileira de Dermatologia, que congrega e (re)une dermatologistas de todos os cantos do país. As formas simétricas e coloridas que a compõem fazem referência ao artesanato baiano, especificamente do Porto de Sauípe. A arte protagoniza uma longa convivência desta comunidade com o meio ambiente, representada na coleta de matérias-primas regionais, no tingimento com corantes naturais e nas formas criativas dos desenhos. Estes elementos formam três camadas, como a nossa pele. As figuras internas fazem referência à cor, ao povo e à cultura herdada dos africanos (a baiana carregando um utensílio na cabeça e a capoeira são símbolos de costumes herdados da África). A tipografia, simétrica e objetiva, busca o entendimento imediato e a associação ao elemento símbolo, que possui traços similares.

Logo Encantos da Bahia

Como representar todos os encantos da Bahia em um só logotipo? Que forma, que traço, que ideia pode ser tão simples e abrangente? Neste logotipo, o elemento central escolhido foi a sereia. O mote principal faz referência ao seu poder mitológico de encantamento, mas com poucos traços criamos outros elos temáticos. O mar, em comunhão com a figura feminina, alude a Iemanjá, a rainha do mar, tão presente na cultura baiana e um laço vivo com a mãe África. A sereia é, além de encantadora, linda e vaidosa, e a beleza, é claro, faz parte do dia a dia do dermatologista, que trata o maior e mais exposto órgão humano. Além disso, a cauda da sereia foi desenhada de forma a referenciar a cauda de uma baleia Jubarte, que escolheu o litoral baiano como seu maior berço reprodutivo.